Consciência Ambiental

Quando planejo, crio e executo uma festa, penso nos mínimos detalhes para que a festa seja perfeita. E que cada objeto produzido, procurado ou criado seja um cordão para puxar em nossa memória. (Leia também: A importância da comemoração)

Mas me incomodava tudo ser jogado no lixo após o término das festas. E, pensando também em nossa economia atual, acabei transformando os produtos de decoração das festas em algo reutilizável.

Com a transformação criativa realizada no papel, os produtos podem ser reutilizados e, não apenas descartados. Acredito que um dia tão especial não precisa terminar logo que acaba a festa.

Além disso, as crianças de hoje em dia já vêm com uma educação ecológica que a nossa geração não vivenciou. É importante que elas aprendam a dar valor as coisas reutilizadas e que nós também sejamos o exemplo dessa transformação.

Algumas pessoas de gerações anteriores têm mais dificuldade em aceitar essa pegada mais moderna na decoração. Certa vez inclui algumas caixas de supermercado na decoração, retratada na imagem acima, e um dos comentários que ouvi foi que a caixa também deveria ser decorada por fora e não só por dentro, como foi feito.

Mas essa é a grande sacada: as crianças têm que saber que aquela caixa um dia foi uma caixa de leite. E assim possam imaginar, inventar e brincar com coisas já usadas.

Em outra festa (fotos abaixo), as caixas de papelão foram usadas como principal matéria prima. E com certeza essa festa foi o início da transformação da Azul Céu ser o que é hoje: preocupada com o desperdício, com materiais não ecológicos e incentivando a reutilização. (ler também: Tecidos de reuso é legal.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Azul Céu Design e Festas

Sou Andrea, designer a mais de 15 anos, mãe dos trigêmeos mais amados do mundo e fundadora da Azul Céu, design e festas. Incomodava tudo ser jogado no lixo após as festas. Então pensando também em nossa economia atual acabei transformando os produtos de decoração das festas em algo reutilizável. E surgiu a técnica com toda essa identidade de textura e cores. E que é impossível vê-las no lixo. Do papel à transformação – do Descartável para o Reutilizado. Das festinhas para o quartinho.

Banner
Categorias
Leia também

O retrato do seu filho

Histórias de Natal

Filmes para assistir com os pequenos(as)

Decoração de Natal

Festa Afetiva

Novidades