Festa Samurai

Os paulistas adoram uma comida japonesa, e como São Paulo já é reconhecida como a capital mundial da gastronomia’ desde 1997, se destaca ainda com uma quantidade superior de restaurantes orientais ultrapassando as churrascarias, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de São Paulo (Abrasel-SP), a cidade tem 600 restaurantes japoneses contra 500 churrascarias, consolidando-se como a capital do sushi.

E com tantos adeptos não poderia faltar em nosso portfólio um tema tão apreciado como o oriental.

Mas o que deixa esse tema mais encantador é que foi especificamente pedido por uma garotinha linda de 7 anos, chamada Manuela, para ter como personagem principal um Samurai Feminino.

A flor de lótus, que para os orientais simboliza pureza, perfeição, sabedoria, paz, sol, prosperidade, energia, nascimento, renascimento, entre outros, também é um dos símbolos mais ilustrativos do Budismo, o qual após desenvolver as virtudes de Buda, se abre. E ela está presente nas forminhas:

As flores de Cerejeira ou a Sakura, como é mais conhecida pelos orientais deu um toque feminino na decoração estando presente na mesa, no topper cake, na bandeirola e até no trilho de mesa.

Mas o personagem que não podia faltar é a Samurai, empoderando a Manuela com todo o seu charme.

A primeira foto a mesa está montada apenas com o que vem na decoração na caixa Só para nós de casa. E na segunda mesa é complementada com um vaso de Sakura feito de papel e boleira da Papelão Joia

Trilho de mesa do Ateliê Poiésis
Vaso e boleira da Papelão Jóia

Fonte: Portal do Franchising, Dicionário de Símbolos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Azul Céu Design e Festas

Sou Andrea, designer a mais de 15 anos, mãe dos trigêmeos mais amados do mundo e fundadora da Azul Céu, design e festas. Incomodava tudo ser jogado no lixo após as festas. Então pensando também em nossa economia atual acabei transformando os produtos de decoração das festas em algo reutilizável. E surgiu a técnica com toda essa identidade de textura e cores. E que é impossível vê-las no lixo. Do papel à transformação – do Descartável para o Reutilizado. Das festinhas para o quartinho.

Banner
Categorias
Leia também

Festa da Bicharada

Festa Sonic do Rafael

Festa Samurai

Em meio a chuva de amor há sempre um arco íris

O mundo dos Unicórnios

Novidades